Sunday, January 28, 2018

Funk Proibidão

    Tudo começou em um baile funk em um dos morros do Rio de Janeiro, era o baile que lançava a nova música que poderia se tornar um novo hit do carnaval. Porém ninguém imaginava no que aquele funk proibidão poderia se tornar.

    Durante o baile enquanto essa música tocava e as jovens dançavam, um grupo de amigos decide pegar uma das jovens que rebolava bem na frente deles.

    _ E aí, já preparou a bebida dela? _ Disse um dos amigos.

    _ Já misturei o GHB na bebida dela. Chega lá e faz ela beber. _ Respondeu o amigo que preparava a bebida.

    Logo após beber a menina começou a sentir tontura e desmaiou. Os seis amigos a carregaram para uma casa naquele mesmo morro e a estupraram violentamente.

    _ Vou gravar essa vadia gritando e postar na internet. _ Disse um dos estupradores enquanto pegava o celular e gravava o estupro.

    _ Olha essa vadia, está toda fodida, é isso que dá se meter com o bonde dos seis. A gente fode mesmo, ela querendo ou não. _ Dizia um deles no vídeo rindo com a situação.

    No dia seguinte a jovem acorda no meio de uma rua sem movimento de carros, sem entender o que aconteceu na noite passada. Chegando em casa ela encontra um de seus amigos ainda meio atordoada devido a droga da bebida.

    _ Que vídeo é esse seu que está nas redes sociais? Você precisa me explicar o que aconteceu. _ Disse ele.

    _ Que vídeo? Eu não sei o que está acontecendo, eu só me lembro de me oferecerem uma bebida e eu apaguei. _ Disse ela com a mão na cabeça e os olhos fechados tentando se lembrar da noite passada.

    Após seu amigo mostrar o vídeo a jovem vai direto para a polícia denunciar o crime. Pelo fato de a jovem não se lembrar muito bem do ocorrido e devido à gravidade do crime a polícia decide invadir o morro atrás do tal bonde dos seis.

    Ao chegar no morro se depara com um outro crime que acontecia livremente naquele morro, o tráfico de drogas. Naquele dia foram apreendidos 200 Kg de maconha e 14 Kg de cocaína com vários jovens que trabalhavam para um mesmo traficante.

    Os policiais não encontraram nenhum dos seis estupradores, mas o líder do tráfico da região jurou encontrar e arrancar a cabeça de cada um pelo prejuízo das drogas apreendidas.

    Ele conhecia todos os moradores daquele morro e não demorou para que ele encontrasse o primeiro dos seis.

    _ Fiquei sabendo da sua surubinha de leve com uma jovem do morro. Sabia que por sua culpa eu perdi meu carregamento? Sei que nenhum de vocês tem dinheiro o bastante para pagar meu prejuízo, então pagarão com a vida. _ Disse o traficante pegando uma grande faca enferrujada.

    _ Não, por favor, se você não me matar eu te entrego os outros cinco que participaram do estupro. _ Disse o jovem vendo o sorriso do traficante.

    _ Estou disposto a negociar, se você me entregar todos eles prometo não cortar sua cabeça, apenas as deles. _ Disse o traficante fazendo sinal para que seu capanga o apagasse e o devolvesse do lugar onde o sequestrou.

    A polícia continuava a investigação, mas sem sucesso. Enquanto isso nas redes sociais muitos defendiam a jovem, porem outros a culpavam por usar roupas curtas, frequentar bailes funk e vários outros motivos. O que alimenta a cada dia mais a cultura do estupro, onde a mulher é a culpada de ser estuprada.

    Dois dias depois o jovem entregou seus amigos para o traficante.

    _ Onde você está nos levando? _ Perguntou um deles.

    _ Descobri um lugar que vende um baseado mais barato, ele viu nosso vídeo e disse que queria nos conhecer. _ Respondeu o jovem vendo os capangas do traficante se aproximando.

    Eles entraram em um barraco onde o traficante os aguardava.

    _ Por que demoraram tanto? Estava ansioso em conhecer os outros cinco desgraçados que estupraram aquela vadia e trouxeram a polícia pro morro. _ Disse o traficante com uma risada sarcástica.

    _ Vou fazer vocês pagarem pelo que fizeram, talvez se apenas tivessem me feito perder minhas drogas eu os fuzilaria, mas pelo desprezo que sinto por vocês estuprarem aquela jovem farei com que sofram antes de morrer. _ Disse o traficante pegando a sua velha faca enferrujada.

    _ Eu os entreguei e você prometeu não cortar minha cabeça. _ Argumentou um dos estupradores.

    _ Eu vou cumprir o combinado, não cortarei sua cabeça, mas terá que assistir a execução de cada um de seus amigos. _ Disse o traficante enquanto um de seus capangas amarrava o jovem.

    Uma a uma as cabeças rolavam ensanguentadas no chão enquanto eles gritavam e suplicavam pela vida. 

    _ Vocês não tiveram pena daquela jovem, então por que eu teria de vocês? Esse é o meu morro e se a polícia não faz justiça com porcos imundos como vocês eu mesmo farei. _ Disse o traficante enquanto terminava de cortar as cabeças.

    Depois do massacre o sexto jovem pediu para que o traficante o soltasse.

    _ Eu não vou te soltar, você sofrerá muito mais que os outros, eu sei que você que gravou o vídeo e separei uma tortura somente pra você.

    Foi quando a jovem estuprada entrou pela porta com uma furadeira.

    _ O QUE ELA VAI FAZER COM ISSO? _ Gritou o jovem em desespero.

    _ Vou fazer você pagar por ter me estuprado, se a polícia não faz justiça então farei com minhas próprias mãos para que outros como você aprendam a lição. _ Disse ela enquanto ligava a furadeira.

    _ Você lembra da música que vocês ouviam enquanto me drogavam, tenho certeza que ela os inspirou para tal crime. _ Disse ela ligando a música em uma caixa de som do traficante.

    A música dizia:


"Quanto mais grita melhor fica
Quanto mais chora mais me excita [...] "

    Enquanto ela enfiava a furadeira ligada no ânus dele ele gritava e chorava e ela sorria sentindo o maior prazer de toda a sua vida, o prazer da justiça.


"Quanto mais luta maior a sacanagem
Você é a puta da bandidagem [...] "

    Quanto mais ele se debatia mais a furadeira dilacerava suas entranhas enquanto o traficante se deliciava com a cena junto a jovem.

    _ Eu acordei toda ensanguentada na rua, do mesmo modo que diz a música, então você terá o mesmo fim.


"Você vai acabar toda nua
largada sangrando na rua"

    No dia seguinte a polícia encontrou o corpo todo ensanguentado do jovem jogado na rua de entrada para o morro. A polícia constatou que ele era um dos estupradores após reconhece-lo do vídeo que neste momento já havia viralizado na internet.

    No depoimento que encerrou o caso declarou que o funk que estava bombando os influenciaram a cometer o estupro. Ela exigiu que assim como seu vídeo a música também fosse tirada da internet, porém mesmo com todas as críticas da música por apologia ao estupro muitos ainda defenderam o MC e viralizaram a música.

    Hoje essa música é uma das mais tocadas e está entre as candidatas a hit do carnaval, enquanto a vítima do estupro coletivo permanece em tratamento psicológico para superar o trauma que este tipo absurdo de música a causou.

No comments:

Post a Comment

Mente de um estuprador

            Alguém já parou para pensar o que se passa na mente de um estuprador? O que o motiva a cometer esses crimes horríveis? Infeliz...